Captura de andamento de processos com o ProJuris

Como capturar andamentos dos sites dos tribunais?

ProJuris Curiosidades, Dia a Dia

Em qualquer atividade, perder tempo é prejudicial. Porém, encontrar maneiras de aproveitar o tempo e, assim, aumentar a produtividade pode ser um tanto desafiador. Na advocacia, isso não é diferente.

Uma das tarefas que mais consomem tempo é o acompanhamento processual nos inúmeros sites de varas e tribunais existentes no sistema judiciário brasileiro. Se um escritório cuida de dezenas ou centenas de processos simultaneamente, acompanhar o andamento das ações se torna dispendioso.

Para ajudá-lo nessa tarefa, existem uma série de empresas como o software jurídico ProJuris. Eles oferecem um serviço próprio de captura automática de andamentos processuais. Através do programa, o usuário, neste caso advogado ou responsável pelo acompanhamento do processo, especifica os tribunal, vara e o número do processo que pretende acompanhar. A partir daí, o sistema checa periodicamente se há novas atualizações a respeito do andamento processual, permitindo o acompanhamento de várias ações simultaneamente sem haver necessidade de atualização manual do status de cada processo.

Modo tradicional versus modo automático

Normalmente, para acompanhar um processo, é necessário acessar o site do tribunal desejado, entrar na página de acompanhamento processual, digitar o número e o CAPTCHA para conferir os dados de uma única ação.

Para cada processo diferente, esses procedimentos são repetidos, tomando enorme quantidade de tempo, caso seja necessário visualizar o andamento de um volume considerado de ações. Sem contar os problemas que podem ocorrer com o CAPTCHA, que são aquelas palavras ou caracteres distorcidos que precisam ser preenchidos ao solicitar a informação. Mas para que isso serve? Serve para checar se o usuário que está acessando os dados do tribunal é realmente um ser humano, e não um programa.

Muitas vezes, o CAPTCHA é difícil de visualizar, ou o sistema do tribunal simplesmente não reconhece as letras digitadas pelo usuário por conta de problemas com o próprio servidor ou de configuração do navegador utilizado. Por isso, o modo tradicional tende a ser mais desgastante e trabalhoso.

LEIA TAMBÉM  Aprenda em um minuto: o que é SEO?

Com o ProJuris, porém, tais problemas são resolvidos. Apesar de não eliminar a necessidade de digitação do código CAPTCHA quando o site do tribunal obriga tal procedimento, o sistema reconhece a imagem que é revelada ao usuário, bastando, então, digitar os caracteres no campo indicado. O ProJuris permite também que sejam agendados os horários para a captura dos andamentos, permitindo que este procedimento seja efetuado em horários que os sites dos tribunais funcionam sem a utilização do CAPTCHA, eliminando totalmente a necessidade de interação humana. Com isso, o modo automático de captura dos andamentos processuais torna-se mais acessível e prático.

Projuris como solução para captura de andamentos processuais

Para utilizar os serviços de captura automática do Projuris, inicialmente, o usuário preenche um cadastro na própria interface do programa e solicita junto ao Serviço de Suporte Online a validação da conta. Após, para que o sistema funcione corretamente, devem ser estabelecidos alguns parâmetros, como número máximo de capturas simultâneas, número máximo de tentativas, tempo de espera por CAPTCHA e tempo máximo para aguardar a digitação dos caracteres.

Estabelecidos esses parâmetros, o sistema avalia o número do processo a ser pesquisado e inicia a captura dos andamentos. As informações são disponibilizadas em uma janela específica, podendo ser visualizados posteriormente os desdobramentos de cada processo. Para novas consultas, os processos são atualizados automaticamente. Fácil, rápido e econômico.

Que tal testar o ProJuris?

Você pode solicitar um teste gratuito do ProJuris sabia? Basta preencher o cadastro abaixo e pronto, simples assim!

[contact-form-7 404 "Not Found"]

email