O que é gestão de contingência?

ProJuris Dia a Dia, Finanças 3 Comments

Empresas que ainda consideram o departamento jurídico como centro de custos adotam uma visão ultrapassada, colocando em risco a própria saúde financeira da empresa. Hoje o setor desempenha papel decisivo nas corporações e requer uma administração atenta e comprometida com resultados. Nesse sentido, ganha cada vez mais importância a adequada gestão de contingência.

Garantir o provisionamento preciso das despesas decorrentes dos processos em andamento exige do gestor do departamento jurídico uma ação articulada com a área de contabilidade. Em muitos casos, também se faz necessária a aproximação com o setor de recursos humanos, por conta de ações trabalhistas.

A montagem de um plano de contingência deve contar com a participação de todos setores afetados de alguma maneira pelos processos judiciais. Um exemplo é a avaliação elaborada em conjunto pelo departamento jurídico e pelo setor de contabilidade que permite à empresa planejar-se de forma mais estruturada e reservar recursos financeiros necessários para cobrir as despesas decorrentes dos processos.

A gestão de contingência, dessa forma, tem impacto direto na saúde financeira da empresa. Executada da forma errada, pode afetar a capacidade de investimento da organização ou, na pior das hipóteses, comprometer o fluxo de caixa.

Automação – Em organizações com um número elevado de processos, elaborar o plano de contingência representa um desafio. O departamento jurídico que ainda utiliza planilhas para efetuar o controle das ações judiciais em curso apresenta baixos níveis de produtividade, despesas elevadas com pessoal e desperdício de tempo. Ele é um exemplo do que não deve ser feito.

A saída está na adoção de softwares que cuidam da execução de tarefas complexas e repetitivas – em consequência, mais sujeitas a erro. As ferramentas de automação permitem que a equipe do departamento jurídico concentre suas atenções nos processos, agilizando a elaboração do plano de contingência.

LEIA TAMBÉM  Como melhorar a comunicação com os outros departamentos da empresa

Outra vantagem da automação na gestão de contingências diz respeito à precisão de cálculos e à aplicação de índices econômicos e judiciais, tais como Taxa Selic, TR, IGP, IGP-M, IPCA, IPC ou INPC. O software reduz drasticamente a ocorrência de erros, além de dispensar a participação de terceiros nessa tarefa. Isso significa para a empresa ganho de produtividade.

Agilidade – Não basta a companhia ter um plano de contingência preciso. Ele deve também permitir análises rápidas sobre as chances de êxito em cada processo. Neste caso, o departamento jurídico pode adotar indicadores de risco. A mensuração da probabilidade de êxito dá ao departamento jurídico base para prever o volume de recursos a ser contingenciado pela organização.

Em um cenário marcado pelas constantes disputas judiciais e pelo acirramento da concorrência, exige-se do departamento jurídico uma eficiência operacional cada vez maior. A gestão de contingência é um dos indicadores mais observados na avaliação de desempenho do setor. Qualquer falha no provisionamento de recursos afeta a imagem do setor, ainda que a elaboração do plano de contingência seja uma tarefa compartilhada com outras áreas.

Sendo assim, uma eficiente gestão de contingência está baseada em elementos como a articulação do departamento jurídico com outras áreas da empresa (a contabilidade e o RH, por exemplo), a elaboração conjunta do plano de contingência, a automação e a adoção de indicadores de risco.

E na sua empresa, a elaboração do plano de contingência teve a participação e o envolvimento do departamento jurídico? Conte-nos como foi.

email

Comentários 3

  1. Excelente visão! Foi descrito de forma clara e realmente é fundamental nos dias de hoje uma estimativa confiável e o poder da mensuração real a que estão submetidos os processos judiciais e suas respectivas cifras, que estão diretamente ligados a sustentabilidade e vida útil das empresas, pois tamanho podem ser os impactos, inclusive levar ao fim de empresas e mostrar um grande passo por sua continuidade. Parabéns muito rico o post!
    Sou especialista em passivos contingentes sejam normais ou em combinação de negócios e elaboração da notas explicativas.

  2. Boa tarde !

    Tenho uma dúvida quanto á contabilização de carta fiança onde a mesma garante um processo judicial em andamento, o valor em garantia é considerado uma contingencia ?

    1. Post
      Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *