O que o Google não pode fazer por você, mas o Projuris pode

Muitos advogados ainda resistem à aquisição de um software jurídico, pois acreditam que as informações oferecidas pelo sistema podem ser acessadas facilmente pelos buscadores na internet, como o Google, por exemplo. No entanto, esta escolha vai na contramão das tendências adotadas pelos escritórios de advocacia, que buscam cada vez mais automatizar as tarefas burocráticas antes feitas manualmente, ganhando tempo para focar em atividades mais substanciais e rentáveis.

De qualquer forma, é importante analisar a teoria de que os buscadores podem cumprir o papel de um software jurídico. Por isso, resolvemos revelar duas funcionalidades dos sistemas ProJuris e explicar um pouco o que um software jurídico pode fazer por você e o Google não. Ou pelo menos não faz com o mesmo desempenho e objetividade.

Movimentações processuais

Normalmente, o acompanhamento da movimentação de todos os processos do qual um advogado participa é feito por um estagiário, que diariamente pesquisa todos os processos, um por um, nos sites dos tribunais. Depois, preenche-se uma tabela com a atualização individual de cada processo. Os buscadores, neste caso, servem apenas de mediador, localizando os sites dos tribunais, mas nunca os processos, que dependem que o usuário entre no site do tribunal, abra o campo de “Consulta de processo” e insira o foro e o número.

Com o ProJuris este procedimento se torna completamente automatizado. O sistema, através de uma busca inteligente, faz varreduras agendadas dos processos no qual o advogado está cadastrado em todos os sites de tribunais, importando os dados automaticamente no sistema do advogado.

LEIA TAMBÉM  A Teoria dos Jogos no Direito

Publicações nos tribunais

Outro tipo de informação que o Google não pode coletar objetivamente são os recortes dos diários dos tribunais de justiça. Logo, para o profissional responsável pelo monitoramento destes documentos, é impossível encontrar um ambiente que ofereça um agrupamento de todos os diários que devem ser monitorados. Ou seja: trabalho manual. Alguém deverá acessar o site do tribunal e redigir um número para localizar o arquivo. E isso terá de ser feito exaustivamente para cada um dos diários.

Com o ProJuris, as publicações dos tribunais são todas atualizadas instantemente. No ProJuris ONE, por exemplo, além da pesquisa, o usuário recebe um alerta, independente em qual tela do software ele esteja navegando naquele momento, quando houver algum tipo de novidade em alguma publicação.

***

Estes dois itens (pesquisa de movimentações processuais e pesquisa de publicações nos tribunais de justiça) são módulos presentes em todas as versões do Projuris: Projuris Enterprise, Projuris Office e Projuris ONE. Invista hoje um tempo para conhecer estas versões e entenda porquê um software jurídico combina com o seu negócio.

Comentários 3

    1. Post
      Author

      Olá, Rafaela! No Projuris ONE, a opção de recorte dos diários oficiais já está disponível. A opção de captura dos andamentos será disponibilizada a partir da última semana deste mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *