como advogado cobrar honorários corretamente

Passo a passo: como cobrar seus honorários corretamente

ProJuris Dia a Dia, Finanças, Passo a passo 1 Comment

Compor corretamente o valor dos serviços ajuda a cobrar honorários corretamente e gerar lucro para o escritório.

Um dos aspectos mais críticos relativos à área comercial de um escritório de advocacia está relacionada à cobrança de honorários, e para o advogado autônomo não é diferente.

Conforme orientação da OAB, o profissional deve cobrar pelo menos 20% do valor da causa. Além disso, a Ordem fixa para outros tipos de ação uma tabela contendo os valores mínimos a serem cobrados do cliente.

Na prática, esses valores servem apenas como referência, uma vez que o mercado é que acaba determinando de fato as negociações entre advogados e clientes. Em diversas situações, os critérios definidos pela tabela de honorários são inadequados à realidade de alguns clientes e, acabam portanto, não sendo seguidos por muitos advogados.

Saber formular o preço de seus serviços e cobrar adequadamente seus honorários é uma tarefa bastante desafiadora para muitos profissionais. É preciso levar em conta que os honorários devem remunerar plenamente os serviços executados além dos serviços que acabarão surgindo em decorrência dos desdobramentos processuais. Além disso, o profissional deve compor o preço de seus serviços considerando sua especialização, renome e também a oferta de mercado.

1) Elabore um contrato de honorários 

Para evitar quaisquer discussões relativas à cobrança de honorários posteriormente à realização dos trabalhos, é necessário que o advogado elabore um contrato dispondo em termos claros sobre quais serão os serviços realizados e como serão feitas as cobranças. Muitos profissionais sabem que alguns clientes se sentem constrangidos pela simples existência de um contrato, devido à informalidade presente na cultura do país. Nesses casos, procure documentar por e-mail como será feita a cobrança, de que forma os serviços são prestados e o que deve ser feito nos casos de inadimplência.

2) Especifique todos os serviços na fatura 

Procure deixar todos os serviços que foram feitos especificados, precificando cada um deles. Isso dará ao cliente maior segurança devido à transparência na hora da cobrança. Se os trabalhos são cobrados por hora, procure destacar o número de horas gastos com cada tarefa, para não deixar margem de dúvidas. 

A composição do preço e a cobrança dos honorários devem ser lucrativas ao escritório e simultaneamente possíveis ao cliente. Além disso, é preciso que o profissional considere uma margem de segurança considerando uma desistência por parte do cliente.

LEIA TAMBÉM  Software jurídico é seguro? Entenda como a criptografia protege seus dados

Na hora de cobrar os honorários é necessário ser extremamente transparente para que o cliente tenha a real noção e o porquê está pagando por esses serviços. A transparência costuma ser uma grande aliada na hora de evitar que discussões de caráter interpessoal acabem se misturando à prestação dos serviços propriamente.

3) Seja estratégico na formulação de preços 

Devido a forma de recebimento pelos serviços prestados, o profissional necessita ser estratégico ao formular os valores de seus serviços. Para que não saia no prejuízo e ao mesmo tempo seja capaz de se adequar a realidade financeira do cliente, o advogado deve considerar os custos fixos de seu escritório que devem ser absorvidos por toda sua cartela de clientes. Além disso, deve considerar individualmente o tempo gasto em reuniões, o tempo gasto para estudo do processo e construção de uma estratégia buscando atender a demanda, o tempo para a elaboração de peças processuais, relatórios, e-mails e outros, o tempo gasto com diligencias e custos administrativos.

É fundamental que o profissional tenha esses custos em mente na hora de formular seus preços e consequentemente fazer suas cobranças. 

4) Envie a fatura no momento combinado 

Os serviços jurídicos em razão do alto valor, não podem pecar por deslizes. Enviar a fatura antes do prazo combinado com o cliente pode ser um grande motivo de desavenças. Procure sempre cumprir com o cliente os termos do contrato de prestação se serviços, em especial no que se refere à datas e prazos.

A Projuris conta com softwares específicos que tem a capacidade de facilitar o dia a dia do advogado deixando-o mais produtivo. Nossos softwares contam com o timesheet uma ferramenta completa que além de ajudar na precificação, ajuda a dar clareza e transparência para as faturas. Com nossos softwares tanto advogados autônomos quanto os escritórios de advocacia podem se tornar mais eficientes não apenas nas cobranças, mas principalmente nas atividades do cotidiano.

E você, já teve alguma dificuldade específica com o cliente envolvendo os honorários? Conte para a gente.

Comentários 1

  1. Estou começando a advogar agora, e como ainda não tenho muitos clientes, os poucos que tenho fiz com eles o contrato, em que receberei 20% do valor da causa. E enquanto o processo não tem sentença? Do que sobrevivo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *