“Com o Projuris ficamos oficialmente divulgados”, Dra. Stephanie Dantas, da Vogler Ingredients

A Vogler Ingredients é uma empresa focada em ingredientes para a indústria alimentícia. A organização oferece ao mercado aromas e ingredientes para a feitura de alimentos, além de ter uma plataforma exclusiva para alimentação saudável (Health Performance).

Por exemplo, o aroma e a cor daquele sorvete que você experimentou neste verão, com a família, pode ter sido aromatizado e colorido pela Vogler Ingredients.

Prova da autoridade da empresa é o reconhecimento que a empresa teve este ano, sendo premiada como melhor distribuidor de ingredientes alimentícios pela Editora Insumos, por meio do Prêmio BIS (Best Ingredients Suplliers).

E como ter um cliente que é referência no seu mercado é um orgulho para a ProJuris, resolvemos contar a experiência dessa parceria entre Vogler Ingredients e a ProJuris Software Jurídico. Para isto, convidamos a Dra. Stephanie Dantas, responsável pelo jurídico da organização. Confira:

A nossa primeira pergunta nessas entrevistas costumam ser sempre a mesma, para contextualizar o leitor. Então vamos lá: quais foram as motivações da empresa para adquirir um software jurídico?

Dentre as motivações mais relevantes, podemos afirmar pela carência de controle estratégico e seguro e a necessidade de cumprimento das políticas, auditorias e das diretrizes estabelecidas internamente “compliance”.

A Vogler Ingredients vem crescendo nos últimos anos, e o jurídico certamente sentiu os impactos no aumento em suas demandas. Acredito que este foi o momento em que paramos e vimos claramente a impossibilidade de seguir sem um software para nos amparar.

Legal. E não posso deixar e perguntar: por que o ProJuris?

Sabíamos, desde que assinamos a proposta com o Projuris, que seu perfil se adequava ao nosso e essa identificação foi crucial para que todo o resto desse certo.

E quantas pessoas já estão utilizando o sistema aí na Vogler Ingredientd?

Em média 20 (vinte) pessoas.

Algumas coisas discutidas antes do projeto de implementação foram sobre padronização e centralização de documentos e atividades.

Como você acha que isso impacta, objetivamente, no dia a dia da equipe jurídica?

Impactos diretos e evidentes são a celeridade nas tratativas e a segurança das informações.

A título exemplificativo, quando recebo hoje um telefonema questionando sobre detalhes de um contrato, em minutos, e ainda sem desligar o telefone, consigo acessá-lo visualmente e tratar as questões trazidas pelo cliente de forma imediata.

E não é diferente com as publicações, no módulo de processos, o sistema identifica rapidamente a pasta/processo de referência o que possibilita o advogado tratar sua intimação de forma mais diligente.

O movimento de cultura digital que vocês estão fazendo é muito importante. Você acha que essa decisão muda a forma como os outros departamentos veem o jurídico?

Sem dúvida!

Entendo que a partir da existência de algo “palpável”, e aí me refiro à existência do software, há por consequência o nascimento do departamento de modo “oficial”, afinal passa-se a ser invariavelmente necessário o trabalho para readequação e formalização das novas rotinas. É neste momento que ficamos oficialmente divulgados.

Entrando um pouquinho na utilização do dia a dia do ProJuris, como está sendo essa experiência? Você já percebeu a diferença em alguma atividade, que ficou mais fácil ou mais produtiva? Poderia contar um pouquinho disso para os leitores?

Tive a oportunidade de participar de todas as fases da vinda do Projuris para Vogler Ingredients; da seleção, do primeiro ao último treinamento, da confirmação da oficialização do término da implantação até a divulgação interna.

A experiência foi extremamente proveitosa, resumo nossa implantação como positiva desde o começo.

Durante toda a implantação nosso foco foi para a maior adequação sobre o que o sistema oferecia e o que nós precisávamos. Assim, desde que finalizamos a implantação, em dezembro passado, temos atuado com 100% da atividade jurídica no sistema.

Ganhamos tempo e, por consequência, produtividade. Tivemos também a possibilidade de planejar e iniciar procedimentos e políticas do departamento e encerramos definitivamente os trabalhos manuais. Além disso, não poderia deixar de citar como pontos positivos, o ganho da modernização e do controle gerencial de dados.

Por fim, e reiterando o agradecimento à oportunidade desta entrevista, quais são os próximos passos? Como você vê o departamento evoluindo ainda mais, principalmente na questão tecnológica?

A rotina com sistema ainda está recente, mas já foi possível identificar nossas prioridades agora.

Procedimentos seria nosso primeiro passo, pois ele nos fará estruturar toda a rotina do departamento.  Depois, partiremos para a validação dos nossos contratos versus a realidade comercial.

Esta necessidade foi apontada por nossos sócios porque o sistema trouxe em um dos relatórios uma visão global e estratégica do que contínhamos, e a carência de adequação foi facilmente notada pelos mesmos.

A tecnologia domina os dias de hoje, uma empresa que não se apodera de seus benefícios certamente sucumbirá. Muito provavelmente, teremos em todas as evoluções e desafios que virão a partir de agora, ações e estratégias a serem tomadas, mas temos certeza de que estamos estruturados e seguros para seguir crescendo de forma adequada e o ProJuris foi peça fundamental para isto.

Sobre o autor: Tiago Fachini

– Mais de 600 artigos no Jurídico de Resultados
– Mais de 100 mil ouvidas no Podcast JurisCast
– Palestrante, professor e um apaixonado por um mundo jurídico cada vez mais inteligente e eficiente.

Siga Tiago Fachini nas redes sociais:
– Tiago Fachini no Instagram
– Tiago Fachini no Linkedin
Podcast JurisCast
Podcast Resumo Jurídico

Comentários 2

  1. Caros Colegas, é com muita honra que compartilho o mesmo sobre nome da Vogler Ingredients, porem, conforme código de ética da OAB, existe impedimento em divulgação de serviços ou publicidade de advogados, através de nome empresarial privado comercial.
    Sendo assim, por lealdade e apreço, solicito que verifiquem o informado e caso compartilhem de mesma conclusão, tomem as providencias necessárias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *