Você sabia que seu cliente pode trabalhar para você?

André Lux Curiosidades, Dia a Dia

Quando o assunto é vendas, indicações são o combustível do seu negócio. É muito mais fácil concretizar uma venda quando ela foi iniciada com uma recomendação de um de seus clientes a um amigo ou colega, por isso, o relacionamento direto com seus clientes torna-se tão importante.

Um estudo feito pela Nielsen Company, conceituada empresa germânico-americana, mostra que 92% dos consumidores confiam em recomendações de pessoas que conhecem, enquanto apenas 46% confiam na propaganda tradicional.

Você deve conhecer alguém que tenha um iPhone ou um iPad e faça questão de mostrar para todo mundo suas funcionalidades preferidas. O que Steve Jobs e a Apple conseguiram foi fazer com que o consumidor se sinta beneficiado de tal forma, que ele precisa contar a seus amigos e familiares que bom negócio foi ter adquirido esses produtos e, quando ele faz isso, está nada mais do que vendendo iPhones e iPads. O cliente passa a ser vendedor quando ele tem certeza que está lidando com o melhor serviço do mercado.

Quer outro exemplo? O Uber. Não há muita inovação nesse serviço. Basicamente você utiliza um aplicativo para chamar um motorista que, mediante pagamento devido, lhe levará ao destino desejado. Ou seja, é o que já existia e era chamado de táxi, o que muda é exatamente o tratamento ao consumidor. Além de existir facilidade no pagamento, os carros do Uber são de luxo e contam com ar-condicionado e outras regalias ao passageiro. O serviço pode ser um pouco mais caro do que os táxis, mas com essas vantagens o consumidor não se importará em pagar um pouco mais. Ele se sente prestigiado com esse atendimento e, orgulhoso de ser cliente dessa empresa, irá compartilhar a experiência e recomendá-la a quem possa necessitar.

LEIA TAMBÉM  Especialização em Direito na Europa: 10 universidades que oferecem bolsa

Tudo gira em torno do quanto você conhece seu cliente e na boa comunicação que você tem com ele. Não o enxergue como um número, uma estatística. Pelo contrário, mostre que você o conhece, que está à par de suas necessidades e que fará o possível para ajudá-lo a supri-las, não porque ele lhe paga por isso, mas porque você se preocupa com o problema dele. Preocupação é a palavra de sucesso aqui.

Comece tendo um sistema de relacionamento personalizado com cada cliente. Cadastre informações como nome, endereço, e-mail, telefone e histórico do serviço prestado, utilize esses dados para relembrar as particularidades de cada cliente antes das reuniões. Acompanhe seus processos e o mantenha informado dos andamentos, mesmo que ele não lhe procure, tendo a preocupação de explicar o significado dos termos jurídicos que ele precisará compreender.

Um software de gerenciamento jurídico como o ProJuris pode te ajudar com todas essas tarefas, com certeza elas farão o seu atendimento se destacar, o que trará satisfação a seu clientes e novas oportunidades de vendas para você.

email