5 vantagens em resolver conflitos pela mediação

pessoa movendo blocos que explicam sobre a mediação de conflitos

Você sabe do que se trata a mediação? Primeiramente, vamos dar uma definição clara sobre esse método jurídico.

A mediação é um procedimento de resolução de conflitos fora do ambiente do judiciário, portanto, mais informal e flexível.

O mediador é uma terceira pessoa escolhida pelas partes. Ele atua como facilitador, agindo de forma imparcial, prezando pela harmonia nas relações e o bom diálogo entre os indivíduos.

Dessa maneira, as partes encontram uma maneira criativa para resolver a questão, onde ambas se sintam satisfeitas.

Neste sentido, a mediação é essencial para resolver controvérsias de interesse social e pessoal, sobretudo, porque nessas relações as partes irão manter contato mesmo após finalizado o método.

Sendo assim, as partes precisam apresentar algumas características essenciais, que podem ser adquiridas durante o procedimento. São elas:

  • cooperação
  • voluntariedade
  • respeito
  • responsabilização
  • comunicação

Para saber mais sobre as principais vantagens da mediação e desse procedimento, você pode acessar este link.

1 – Solução dos conflitos de forma rápida

Quem não deseja solucionar um conflito de forma eficaz e célere? A mediação respeita a disponibilidade das partes.

O tempo investido para solucionar a questão pode durar apenas alguns dias, claro, dependendo do acordo preestabelecido.

O tempo médio de uma demanda através da mediação é muito reduzido se for comparado ao Poder Judiciário. Então, se torna uma boa opção para resolver as demandas de forma fugaz.

2 – Efetivo controle sobre o procedimento

Você já se perguntou o que pode escolher em um processo judicial? Pois é, apenas o seu advogado.

Na mediação, as partes escolhem a câmara de mediação e o mediador.

Portanto, é possível analisar as qualificações e experiências do mediador de antemão. Por isso, há garantia de que o procedimento aconteça respeitando os critérios e valores prezados pelas partes.

Acima de tudo, não há imposição de decisão/julgamento pelo mediador, o seu papel é prezar e auxiliar a auto composição de um acordo.

O mais importante, resolver um conflito através da mediação afasta resultados não desejados pelas partes.

3 – Menor onerosidade e previsibilidade de custos

Você consegue imaginar quanto é gasto para resolver um conflito através da mediação? Talvez você considere algo em torno de R$10.000,00, R$20.000,00 ou R$100.000,00.

Mas, na realidade, o custo pode ser bem menor do que você imagina.

Primeiramente, o valor investido no processo de mediação é previsível, as partes sabem qual será o custo total da demanda antecipadamente. Existem serviços de arbitragem online em que o valor por procedimento é tabelado, trazendo mais segurança para as partes envolvidas.

Dessa maneira, há uma diminuição do custo relativo a resolução do conflito e sobretudo impede os temidos gastos inesperados.

4 – A mediação tem o condão de evitar e prevenir novos conflitos

Quando você pensa em comportamento colaborativo, é normal que se pense, primeiramente, em boa comunicação.

Pois bem, o mediador através de técnicas adequadas é capaz de perceber pontos conflitantes entre as partes. Ao promover um ambiente de colaboração entre as partes, é possível sanar essas falhas de comunicação.

Além disso, esse condão tem como resultado principal antecipar e, também, prevenir conflitos futuros.

A mediação busca diminuir o desgaste emocional causado às partes durante o procedimento, como consequência, a relação entre as partes se fortaleçam e os laços de confiança sejam renovados.

5 – Sigilo do processo

O direito a privacidade é garantido através da mediação. Em outras palavras, mantém-se a confidencialidade tanto quanto sobre teor da demanda, quanto às partes que a integram.

No entanto, caso seja a vontade dos indivíduos envolvidos as informações podem ser divulgadas, diferente dos processos judiciais, que em regra, são públicos.

Diante dessas 5 grandes vantagens da mediação, é possível concluir que o seu principal objetivo é a cooperação aliada a comunicação.

Para que em seguida, as partes possam, aos poucos, repensar sobre a sua posição na controvérsia, seus interesses e suas diferenças, e ao final ambas alcancem um resultado satisfatório.

Deixamos, também, uma reflexão. De qual maneira você busca solucionar um conflito? Escreva aqui nos comentários!

Artigo produzido em parceria com a Arbtrato, com redação de Thiago Pires Canal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *