O que o advogado pode fazer para não perder prazos processuais

Compartilhe este conteúdo:

Perder prazos processuais provavelmente é o maior medo de um advogado. Seja pelo dano causado ao cliente, pelo prejuízo monetário ou até pela perda de credibilidade do escritório de advocacia. Por isso a possibilidade de perder um prazo importante apresenta um enorme risco ao cliente, ao escritório e ao advogado.

Lembrar-se de todos os diferentes prazos processuais do CPC, CPP, CLT e juizados especiais e ainda cuidar para que nenhum deles seja perdido manualmente é uma tarefa que exige organização e memória e, mesmo assim, os riscos ainda existem.

Quando se trata de perder prazos processuais, ainda há a preocupação constante na cabeça do advogado em ser responsabilizado civilmente por possíveis danos e prejuízos causados ao cliente por um deslize.

A utilização de agendas (virtuais ou não) para anotar os prazos processuais mostra-se cada vez mais limitada, pela falta de dinamismo para acompanhamento dos prazos e pela falta de flexibilidade quando o assunto é compartilhamento de informações entre diferentes advogados. E quem perde com isso é o escritório e o cliente.

O monitoramento manual do tempo hábil para a continuação de cada processo implica em perda de tempo, pois coletar informações nos Diários Oficiais e em sistemas de Tribunais exige um tempo gasto com algo que não tem impacto direto no ofício do profissional. E, como humanos, erros ou descuidos nesse monitoramento podem implicar em perder prazos processuais.

Uma das formas mais seguras de não perder prazos processuais é trabalhar com a automação de publicações, disponíveis em softwares jurídicos como o ProJuris para Escritórios, que possui a ferramenta Calculadora de Prazos.

O que faz a Calculadora de Prazos do ProJuris para Escritórios?

Como o nome já diz, a Calculadora de Prazos é uma ferramenta disponível no software jurídico da ProJuris para auxiliar advogados e escritórios de advocacia a não correrem o risco de perder prazos processuais.

Nela, é possível calcular prazos para as normas do CPC, CPP, CLT, CLT 2017 e Juizados Especiais. Você também tem acesso às inclusões de suspensões municipais, portarias oficiais para comprovação de tempestividade de prazos e agendamentos a partir de cálculos com configuração de alertas.

Como ela pode me ajudar a não perder prazos processuais?

Dentro do ProJuris para Escritórios, você pode calcular prazos de qualquer peça informando dados básicos, como data de início, tipo de Norma que será usada para o cálculo, qual tribunal deve ser consultado, tipo de processo (eletrônico ou físico), instância, seção e comarca.

A partir desses dados, o sistema fará uma simulação de quais são os dias que estão inclusos no prazo, descontando feriados e suspensões do judiciário. Com a simulação em mãos, você pode salvá-la ou adicioná-la diretamente à sua agenda, criando um compromisso com todas as informações da contagem do prazo.

Não corra mais o risco de perder prazos processuais

A ferramenta é fácil de usar e facilita o cotidiano do advogado, poupando-o tempo e auxiliando o escritório a ter os prazos processuais sempre em dia e sem riscos de erro.

Você pode conferir o software jurídico ProJuris para Escritórios durante sete dias de forma completamente gratuita. É só preencher os dados abaixo. 

Seu escritório de advocacia mais eficiente agora mesmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.