O que faz um profissional de compliance? Como entrar no mercado

23/05/2024
 / 
23/05/2024
 / 
5 minutos

É formado em Direito e quer se tornar um profissional de compliance? O compliance é a área responsável por manter a conformidade legal em empresas, e por isso representa uma nova oportunidade de empregabilidade para advogados.

Neste artigo, veja o que faz um profissional de compliance, quanto ganha, e como se inserir nesse mercado.

Antes de começar, o que faz um profissional de compliance?

O profissional de compliance é quem cria, aplica e mantém as políticas de conformidade dentro de uma empresa. Ele executa um conjunto de atividades que vão desde o planejamento das ações, até a orientação e incentivo aos colaboradores da empresa.

Por conta disso, ele precisa reunir uma série de habilidades que se concentram em duas frentes:

  • Habilidades técnicas: aqui, falamos de conhecimento da legislação, jurisprudência, normativas infralegais e até mesmo capacidade técnica de planejamento.
  • Habilidades emocionais: tratam-se das capacidades comportamentais, emocionais, de relacionamento e persuasão, que permitem ao profissional de compliance interagir com as outras áreas e colaboradores da empresa.

Profissionais de compliance: quais são e como atuam? 

A pesquisa Maturidade do Compliance no Brasil, de 2019, mostrou a profissionalização das áreas de compliance no Brasil. Na época, 29% das empresas pesquisadas tinha 5 ou mais profissionais nesse setor.

baixe um guia com prompts para usar o chatgpt no jurídico

A abertura de novas vagas com foco em compliance é outro indicativo do crescimento desse mercado. Atualmente, é possível encontrar oportuniades para cargos como: 

  • Compliance officer, Head of Compliance ou Compliance Manager; 
  • Especialista de compliance; 
  • Analista de Compliance.  

Quanto ganha um profissional de Compliance? 

Com base em plataformas de recrutamento e seleção, como Glassdoor e Catho, é possível estimar o salário médio para os principais cargos ocupados por profissionais de Compliance no Brasil. Assim, temos: 

Cargo Salário Médio 2023 
Compliance officer Entre 6 e 17 mil reais 
Especialista de Compliance Entre 9 e 14 mil reais 
Analista de Compliance  Entre 4 e 7 mil reais 

Algumas posições, como a de Compliance Officer, podem atingir salários de até R$30 mil reais, por exemplo. A remuneração pode variar conforme o tamanho da empresa, atribuições e responsabilidades do profissional e de acordo, também, com a região de atuação. 

Habilidades pessoais importantes ao profissional de compliance 

Para tornar-se um advogado atuante em compliance muito se fala nas habilidades técnicas deste profissional. É preciso, por exemplo, conhecer o mercado financeiro, saber a legislação e dominar outros idiomas. No entanto, evidencia-se que, fundamentalmente, o destaque deste profissional pode ser compreendido nas habilidades pessoais que este detém. 

No artigo Ten soft skills of a compliance officer as a change agent são listadas algumas habilidades básicas que o profissional de compliance precisa apresentar. Veja: 

1. Deve ser ágil e flexível 

Apenas se souber identificar todos os setores da empresa e ser ágil nessa tarefa, o profissional conseguirá apontar quais são as fragilidades de determinado negócio e observar qual problema vem prejudicando ou que virá a causar determinado dano. 

2. Aprecia diferenças entre pessoas e culturas 

O profissional precisa saber identificar a personalidade única e a forma de trabalhar de cada funcionário, para que consiga aproximá-los de suas habilidades e afastá-los de setores que poderão vir a causar conflitos. Tal habilidade, portanto, demanda uma notável sensibilidade no trato com as pessoas. 

baixe e use 30 modelos de contratos essenciais para qualquer empresa

3. Compreende as emoções 

O profissional de compliance é aquele que analisa o problema como um todo. Portanto, ainda antes da punição, sabe identificar a coerência e veracidade da denúncia, o que motivou tal conduta e quem são os demais envolvidos no problema, por exemplo. 

4. É bom negociador e tem habilidades persuasivas 

O profissional precisa ser capaz de identificar setores com problemas e buscar uma forma compassiva de evitar ou amenizar as situações de constrangimento dentro dele. 

5. Olha para as coisas de múltiplas perspectivas 

O compliance officer, analista de compliance ou outro, verifica que todo lado ruim também pode trazer algo bom para a empresa. Isso acontece quando ele monta estrategicamente o plano B para atuar em uma situação difícil pela qual sabe que a empresa terá que passar. 

6. É bom comunicador e bom ouvinte 

O profissional mantém um equilíbrio na atenção dispensada a todos os funcionários e o chamado alto escalão (presidentes e diretores). É preciso que ele saiba ouvir as necessidades e buscar uma comunicação única da empresa para o mundo exterior. 

7. Possui uma boa conexão com o público 

O profissional deve buscar múltiplas formas de se conectar com fornecedores, consumidores e futuros clientes. Ele precisa dar atenção, portanto, àquilo que cada um precisa de maneira ideal e qual a melhor forma de entregar o produto/serviço; 

8. É resiliente 

Por fim, o profissional de compliance persevera em busca de soluções preventivas. Assim, quando identifica problemas, trabalha com ele e pune aqueles que prejudicaram a boa reputação institucional. 

Agora, você está consciente das oito habilidades pessoais que são ideais de serem identificadas e trabalhadas por um profissional de compliance.

Onde o profissional de Compliance pode atuar?

O profissional de compliance atua principalmente no setor privado, em dois tipos de cenários principais:

agende uma demonstracao do Projuris Empresas software juridico
  • Grandes empresas com jurídico interno estruturado: neste cenário, o profissional de compliance vai atuar exclusivamente para a empresa que o contratou, desenhando e monitorando as políticas de compliance, e tratando eventuais riscos;
  • Escritórios de advocacia e assessorias jurídicas especializadas: neste caso, o profissional de compliance integrará uma equipe que presta serviço para outras empresas. Ele terá, portanto, diferentes clientes.

Além disso, é importante entender que esse tipo de profissional pode atuar de modo especializado. Isto é, ele pode se especializar em algum tipo de compliance, como o compliance trabalhista, compliance digital e compliance de contratos, por exemplo. Neste caso, uma forma de atuação possível será como consultor, para empresas que tem problemas e desafios nessa área.

Perguntas frequentes sobre o profissional de compliance

O que faz um profissional de compliance?

O profissional de compliance faz a elaboração, implementação e manutenção das regras e políticas de compliance nas empresas. Ele também tem o papel de orientar, incentivar e conscientizar os demais trabalhadores, para garantir a conformidade legal do negócio.

Quanto ganha um profissional de compliance?

Um profissional de compliance no Brasil pode ganhar entre R$4 mil e R$16 mil reais, a depender do cargo, nível de senioridade e responsabilidades assumidas por ele.

Conclusão

Está claro, há um mercado em crescimento para o profissional de compliance. Se você é formado na área de Direito, considere este caminho para desenvolver sua carreira.

Leia também:

Use as estrelas para avaliar

Média 0 / 5. 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário