Webhooks e webservices: como funcionam as integrações no Projuris

16/10/2019
 / 
29/02/2024
 / 
3 minutos

Descubra o que esses dois termos – webhooks e webservices – significam e veja como eles impactam nas integrações do Projuris Empresas, software jurídico da Projuris.

Você quer ter um departamento jurídico de alta performance? Onde seus pagamentos são enviados, e subsídios são obtidos por sistemas externos à sua plataforma de gestão jurídica?

Já existem formas inteligentes para facilitar o seu dia a dia de pagamentos, contabilização da provisão e obtenção de informações de outros sistemas, dados de funcionários.

O Projuris Empresas dispõe destes recursos. O segredo são as integrações que automatizam estes fluxos de entrada e saída de dados, com segurança e agilidade, tecnicamente chamados de Webhooks e Web Services. Vamos ver o que são eles?

O que são os Webhooks?

Os webhooks são gatilhos que enviam dados gerados ou armazenados no Projuris para outros sistemas.

baixe uma planilha de gestao de contratos gratuitamente

Quando novas informações são geradas no Projuris, o Webhook envia estas informações para um endereço alvo, fazendo uma espécie de “gancho” com este outro sistema, por exemplo:

  • Havendo necessidade de pagamento de uma condenação, o Projuris envia o pedido de pagamento para execução diretamente no sistema ERP/Financeiro;
  • Sempre que houver algum contrato pendente ou reclamação jurídica no Projuris, o mesmo pode enviar o CPF dos envolvidos para seu sistema de controle de acesso, alertando a todo o momento que estas pessoas tentarem entrar na empresa;
  • Na renovação ou alteração de um contrato, os novos valores são enviados pelo Projuris para o sistema ERP/Financeiro.

O que são os Web Services?

Da mesma maneira, existem informações em outros sistemas que devem ser enviadas para o Projuris, neste caso, elas podem ser inseridas através dos Web Services.

Isto significa que novos registros podem ser incluídos, alterados ou eliminados seguindo as regras de negócio do ProJuris. 

Os Web Services também servem para obter informações unitárias ou em massa que estão no Projuris, por exemplo:

  • Os cadastros de clientes e fornecedores podem ser “puxados” do seu ERP diretamente para o Projuris, para que contratos sejam gerados com os dados mais atualizados;
  • Os registros de relógio ponto podem ser “atualizados” no Projuris, caso haja necessidade de uso destes subsídios em casos de processos trabalhistas com esta finalidade.

Usar estas integrações é seguro?

Sim! Quando o Projuris envia uma informação para o outro sistema, ele envia também uma chave única, garantindo que a informação realmente foi enviada pela nossa plataforma.

Nos Web Services, todas as ações são feitas mediante autenticação de usuário, garantindo, assim, que apenas quem tem autorização pode realizar as ações.

Acima de tudo, o Projuris possui um sistema de auditoria onde cada atividade executada fica registrada para consulta posterior, ou seja, agilidade e segurança para sua rotina jurídica.

baixe e use 30 modelos de contratos essenciais para qualquer empresa

E, o Projuris Empresas integra com o meu ERP?

Sim, graças a tecnologia dos webhooks e webservices, o software para departamentos jurídicos da Projuris é capaz de se integrar com os principais ERPs e sistemas de gestão do mercado.

Também já nos integramos com outros tipos de softwares, como aqueles utilizados pelo RH e Departamento de Pessoal. Ou, ainda, com soluções específicas para o mercado jurídico, como o sofwtare de peticionamento eletrônico PeticionaMais. As opções são inúmeras!

Experimente o Projuris agora!

Você também pode gostar de ler

Use as estrelas para avaliar

Média 0 / 5. 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário