Tendências da advocacia 2024: quais são e como se preparar?

30/11/2023
 / 
30/11/2023
 / 
8 minutos

Já viu suas previsões astrológicas para 2024? E as tendências da advocacia 2024? Aposto que ao menos uma olhadinha em alguma coisa você deu, não é?

Quando se trata de saber sobre o futuro, mesmo os mais céticos não escapam da curiosidade. Ainda que saibamos que, cientificamente, não há como prever o futuro, não seguramos a ansiedade e a esperança de que os próximos anos serão melhores.

Entretanto, quando falamos de mercado de trabalho, existem, sim, alguns estudos científicos que nos permitem “adivinhar” o que vem por aí por meio do estudo de comportamento e tendências.

É assim que, anualmente, saem pesquisas e pessoas especializadas fazem suas previsões, como Richard Susskind, que já falamos por aqui. Anualmente, também, nós de Projuris, reunimos as principais previsões e trazemos por aqui o que há de mais novo no universo jurídico. Preparados para descobrir quais as tendências da advocacia para 2024?

Valorização do humano é uma das tendências da advocacia em 2024 mais surpreendentes

Apesar de a Inteligência artificial ter sido um dos assuntos mais comentados em 2023 – só de buscas pela palavra no Google foram 90,5k – não é apenas a tecnologia que os especialistas apontam como tendência no mercado para 2024.

É claro que a inteligência artificial continuará sendo um assunto muito discuto e implementado nos próximos anos – falaremos mais sobre ela adiante – mas, a palavra mais buscada em 2023 segundo o dicionário norte-americano “Merriam-Webster” foi “autêntico”.

Segundo o especialista do dicionário, Peter Sokolowski, isso pode ter acontecido justamente pelo boom das IA’s. Com o aumento das IAs, o questionamento acerca da autenticidade dos conteúdos divulgados na internet fica maior. Em consequência, a sociedade passa a buscar por conteúdos mais autênticos e originais.

Com isso, no mercado geral e no mundo jurídico, a dedução é uma só: um aumento da valorização do humano.

Mas, calma. Ninguém quer deixar a tecnologia de lado e viver em um mundo analógico. Não se trata disso, mas sim de que estamos começando a buscar um equilíbrio entre o que é humano e a tecnologia.

Nesse sentido, passa-se então a uma valorização das necessidades humanas: diversidade, coletividade, contato, etc.

Assim, trazendo tudo isso para o universo dos escritórios de advocacia, uma das tendências da advocacia em 2024 pode ser definido em várias atitudes que se relacionam com o ser humano no mundo, como:

  • Preocupação com minoras: como está o seu escritório hoje? Já pensou em diversificar o tipo de pessoas no seu time?
  • Trabalhos humanizados que prezem por lifework balance: ninguém mais quer saber de ficar trabalhando até tarde da noite.
  • IA e tecnologias como apoio para redução de cargas de trabalho.
  • Atendimentos presenciais e pessoais.
  • Personalização das ações.

Equipes multidisciplinares segue sendo uma das principais tendências da advocacia em 2024

Se o comportamento está voltado para a valorização do humano, equipes multidisciplinares, por óbvio, seguem sendo uma das tendências da advocacia em 2024.

Essa tendência já vem se repetindo ao longo dos anos, é fato. Hoje é impossível não contar com equipes mais diversas, uma vez que entendemos a necessidade de grupos ocuparem os espaços.

Mas no caso da advocacia, esse tópico vai além de contar com pessoas diferentes. Aqui estamos falando também de capacidades, habilidades e formações distintas. Se antes os escritórios contavam com um time extenso de advogados e advogadas, hoje, já pode se observar profissionais de RH, Marketing, analistas de dados, financeiros, etc. Um time diverso consegue solucionar problemas a partir de diferentes perspectivas.

baixe a planilha de honorários e saiba quanto cobrar em todos os estados do Brasil

Foco no cliente

Ainda falando sobre a questão humana, a personalização, a experiência e o atendimento humanizado a clientes também é uma das tendências da advocacia em 2024 – e em todo o mundo corporativo.

Nos últimos anos, o que se observou foi uma crescente muito forte da publicidade no Instagram. O que isso ia ocasionar, e que nós não sabíamos até então, é que chegaria o momento em que as pessoas se cansariam da publicidade na plataforma.

Ainda em 2022, acompanhamos a campanha “Make Instagram Instagram Again” ou faça o Instagram novamente ser o Instagram” em tradução livre. Isso porque, quando surgiu, a rede social era apenas uma rede de fotos que compartilhávamos com os nossos amigos.

E o que isso tem a ver com o foco no cliente?

Basicamente, isso mostra uma coisa: as pessoas não querem mais ver apenas publicidade.

É nesse momento que podemos perceber que a personalização e a EXPERIÊNCIA são as demandas do mercado hoje.

baixe um kit de modelos de peticoes para usar na sua rotina juridica

No caso dos escritórios jurídicos, então, o que se pode fazer para aumentar a satisfação e experiência do cliente? Uma das tendências apontadas é o uso da tecnologia para aceleração das demandas.

Sabemos que o judiciário não é rápido, mas é aí que você, gestor(a) de escritório, advogado ou advogada, deve pensar em maneiras de reduzir as preocupações de seu cliente.

Por exemplo, que tal usar um software jurídico para que ele possa conferir as informações do processo em qual ele é partícipe. Ou ainda, caso o atendimento seja presencial, por que não oferecer um chocolate, uma bebida para acalmá-lo, um lugar confortável para sentar e conversar…

Enfim, existem diversas maneiras que você pode pensar para personalizar e melhorar o seu atendimento a clientes, e garantir que ele tenha boa experiência com seu escritório.

ESG – Environmental, Social and Governance

Ainda pensando nessas mudanças e movimentos sociais, mas, além disso, em questões de sustentabilidade, o Environmental, Social and Governance (ESG) também é uma das tendências da advocacia 2024.

É uma questão óbvia: todos estão preocupados com o que será do planeta nos próximos anos. Segundo cientistas, já saímos do estado de aquecimento global e entramos em ebulição global.

Logo, todos os segmentos e governos estão pensando medidas de reduzir os riscos e até reverter a situação.

Não seria diferente, então, na advocacia.

Assim, é também uma tendência para o próximo ano uma preocupação maior dos escritórios, tanto do ponto de vista de promover ações sustentáveis no escritório, como no sentido de atuar em ações relativas a crimes ambientais.

Inteligência artificial generativa

Apesar de toda essa necessidade de experiência e humanização, não podemos negar uma coisa: a inteligência artificial veio para ficar. Em uma pesquisa feita pela Lexis Nexis no Reino Unido apontou que 36% dos escritórios de advocacia e empresas jurídicas atuam com Inteligência Artificial e que um número bastante alto pretende utilizá-la.

No Brasil, não temos uma pesquisa que aponte, ainda, a quantidade de escritórios que aderiram ao uso de IA, mas, as LegalTechs já investiram bastante nessa tecnologia. Veja um pouco mais sobre o ChatGPT no Projuris ADV aqui.

Nesse sentido, muitos escritórios vão investir em treinamento de tecnologia para seus colaboradores. Seja para entender melhor o uso das tecnologias jurídicas, seja para atuação em novas áreas do direito que falaremos adiante.

Segurança de dados e compliance

Como falamos, novas profissões tem surgido no mercado jurídico, como os analistas de segurança de dados e compliance (que já existia, mas que tem ganhado maior valorização).

Além disso, áreas como Legal Operations, direito digital e até direito espacial tem sido áreas crescentes no ambiente jurídico.

Assim, ter algumas dessas áreas dentro do seu escritório pode ser uma forma interessante de se manter atualizado e continuar crescendo.

Análise de dados avançada

Seguindo no contexto de dados, a análise de dados será importante interna e externamente nos escritórios de advocacia. Com o uso de tecnologias e crescimento de escritórios, cresce também a quantidade de dados armazenados na sua advocacia.

Assim, o uso do Big Data, o tratamento de dados e Businesse Analytics passa a ser essencial. Analisar tanto os dados de crescimento, como produtividade, análises de jurisprudência e muito mais são tendências da advocacia em 2024 que já devem ser aplicadas hoje.

Além disso, a questão dos dados é uma oportunidade excelente de atuação. Escritórios que contam com especialistas em LGPD, direito de imagem, etc…, serão cada dia mais solicitados nas empresas e, portanto, essa é não só uma tendência, mas uma oportunidade de negócio.

Também pode te interessar:

Como se preparar para as tendências da advocacia em 2024?

Em resumo, o que se espera de tendências da advocacia em 2024 são dois tópicos centrais: tecnologia e humanização.

Isto significa maior equilíbrio entre esses dois tópicos, ou seja, menos euforia sobre a tecnologia e melhor uso dela.

Para se preparar para esse momento, então, minha sugestão é: busque entender as possibilidades e tecnologias disponíveis para o seu escritório, veja como funcionam, estude-as e entenda como elas podem auxiliar seu dia a dia na advocacia.

Quanto as equipes multidisciplinares e diversas, procure promover debates sobre o tema e ações para aumento da diversidade na equipe.

Em relação à experiência dos clientes, veja o que outras empresas estão fazendo, veja o exemplo da Mattel com a Barbie ou a experiência da Nike nos Estados Unidos. Veja cases e se permita momentos criativos para aumentar a experiência do seu cliente na advocacia. Mesmo que essas empresar não sejam do mesmo mercado, sair um pouco da bolha pode te dar ideias incríveis.

Use as estrelas para avaliar

Média 5 / 5. 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário