Tiago Fachini – Marketing Jurídico

Tempo de leitura: < 1 minuto
Tiago Fachini

Palestrante, professor, podcaster, colunista do blog ProJuris e, acima de tudo, um apaixonado por tecnologia e pelo mercado jurídico. Acumula mais de uma década de atuação dedicada ao marketing digital e, nos últimos 5 anos, especificamente no marketing da área jurídica.

Graduado em comunicação, pós-graduado em gestão de marketing estratégico e geração de negócios pela Univille e MBA em marketing pela Sustentare.

Especialista certificado Google Adwords e Google Analytics. Certificado também na metodologia MOEBIUS de planejamento digital. Sua experiência teórica e prática abrange planejamento de marketing digital, inbound marketing, growth hacking e mídia digital, sempre focado na geração de leads e vendas através de canais digitais.

Experiência comprovada na gestão de equipe e rotinas de marketing e inbound sales. Quinzenalmente publica o JurisCast, um podcast jurídico de apoio à comunidade de escritórios de advocacia e departamentos jurídicos.

Acompanhe Tiago Fachini nas redes sociais:

Comentários 1

  1. Tema: Ação Civil para Desenvolvimento adequado da Mobilidade Humana e Clima do Brasil.
    Prezado Dr. Thiago Fachini, grato pelos ensinamentos oferecidos no Direito Ambiental, apresentado pela PROJURIS. Nos deixa bastante seguros em saber que podemos e temos o direito de interpelar o Estado em suas falhas quando dos cuidados ao Meio Ambiente. Agora tenho abrigo e ajuda em antigas buscas de resultados. Não sabia.
    Meu nome é Cyro Laurenza, engenheiro civil, brasileiro, com especial dedicação ao desenvolvimento ferroviário nacional. Fui presidente da ferrovia paulista, FEPASA, na década de 1980. Desde essa época lidero numeroso grupo de especialistas acreditando que o Brasil tem que deixar de ser “preso ao eterno rodoviarismo”. Assunto esse que o Mundo, no Hemisfério Norte, conquista constantes bons resultados há sessenta anos.
    Temos consciência que governos nacionais em sua ineficácia financeira e organizacional, imersos em burocracia há dezenas de anos, optou por fazer, tão somente, o que a Iniciativa Privada (IP) tem interesse. Sabemos também que IP se preocupa tão somente com lucratividade, reembolsos claros de seus investimentos, dispondo ainda da total ausência da responsabilidade financeira, qualidade e necessários critérios técnicos e sociais do Estado.
    Quando o Estado tem em mãos necessidades importante, para melhoria de nossas condições climáticas, nem sempre tem o apoio das IP´s.
    Nesse sentido proponho a possibilidade de conversarmos, ou quem indicar, para troca de ideias. Quem sabe unirmos esforços dando início a interessante luta – aquela de esclarecer que é possível “construir ferrovias adequadas para a Mobilidade Humana, em nível Nacional, absolutamente necessária para integração do país e desenvolvimento adequado aos grupos humanos viajando além de suas fronteiras municipais, e ao Meio Ambiente.
    Em cada caso a busca de resultados, traduzidos por sua eficácia e eficiência, custos e retornos de investimentos, necessária e importante parceria com o Estado em questões jurídicas e estudos apropriado da cadeia de impostos na construção de ferrovias.
    “Soluções vem sendo discutidas desde 1990 com grande dificuldade em convencer governos, empresários em muitos rodoviaristas em nível nacional, com exceções. Por conta e risco dessas discussões surge sempre, em vários grupos de especialistas esse tema. Temos certeza de sua absoluta pertinência para resolver dezenas de problemas de elevada importância e tema CLIMA.”
    No aguardo de resposta, solicito, se possível, iniciar resposta por e-mail. Tenho no momento problemas com meu iPHONE. Abraços, Cyro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.