Software departamentos jurídicos: como essa solução pode ajudar?

23/04/2019
 / 
29/03/2023
 / 
9 minutos

Softwares em departamentos jurídicos tornaram-se uma tecnologia cada vez mais presente. Se você ainda não usa um sistema especializado nas demandas do jurídico corporativa, descubra como essa solução pode ajudar.

O departamento jurídico precisa se atentar para não tornar-se um setor que meramente atende requisições das demais áreas.

Em suma, um setor que não apenas responde e atua de forma reativa à demanda jurídica da empresa.

O departamento jurídico é, por vezes, visto como um setor que gera custo, um “mal necessário” dentro das empresas.

E só é possível transformar essa visão com uma gestão impecável, que comprove o setor como parte estratégica e indispensável da corporação. Mas, você sabia que os softwares para departamentos jurídicos podem ajudar?

baixe um guia com prompts para usar o chatgpt no jurídico

Antes de mais nada, você sabe o que é um software para departamento jurídico?

Um software para departamento jurídico é uma ferramenta que torna o trabalho da área menos manual e repetitivo, permitindo que os advogados, analistas jurídicos e gestores do departamento possam focar seus esforços em tarefas táticas e estratégicas, além de ter uma visão gerencial de seus principais indicadores.

Assim, um software para o jurídico corporativo é aquele capaz de fornecer tecnologia para agilizar a realização das principais tarefas dessa área. Um bom software deve servir também para unificar as demandas, levando à centralização delas em um único local.

Como os departamentos jurídicos precisam, geralmente, trabalhar com demandas contenciosos – de processos judiciais e administrativos, por exemplo – e também consultivas, é essencial que um software de departamento jurídico seja capaz de abranger essas duas linhas de trabalho.

A seguir, veremos algumas das principais funcionalidades que um software em departamentos jurídicos deve cumprir. Vamos lá?

Para que serve um software em departamentos jurídicos? Principais ganhos

A depender das funcionalidades disponíveis no seu software, o departamento jurídico poderá colher uma série de benefícios. A seguir, listamos alguns dos ganhos mais comumente citados pelos clientes do Projuris Empresas, solução especializada neste tipo de setor.

1 – O departamento jurídico elimina o risco de revelia

Com um software jurídico, a empresa recebe notificações oficiais, antecipando-se à judicialização do processo e permitindo ao departamento jurídico mais tempo disponível para preparar ações, providências e acordos.

O Projuris localiza o litígio em distribuição no site do Tribunal, ainda sem numeração e notifica o departamento jurídico com até 30 dias de antecedência.

use o gerador de assinatura de e-mail profissional e melhore o aspecto da sua comunicação

Esta é uma vantagem em especial para departamento jurídicos que recebem uma alta demanda contenciosa.

Neste sentido, o Projuris dispõe de soluções específicas e exclusivas para empresas com alta demanda consumerista e também para o setor da saúde:

  • PROCON: a empresa recebe reclamações do PROCON automaticamente, direto do site do SINDEC, eliminando a busca manual, mitigando a revelia e se antecipando ao processo judicial. Saiba mais sobre o Módulo PROCON .
  • NIPs: o ProJuris ajuda departamentos jurídicos de planos de saúde e hospitais a mitigar riscos e otimizar a relação com a ANS.

O software jurídico monitora e captura automaticamente NIPs , trazendo o conteúdo da reclamação e outras informações completas da demanda.

E depois da judicialização do processo?

O Projuris Empresas faz buscas periódicas nos diários oficiais e de justiça, identificando novas citações e notificando o departamento jurídico.

Após receber a notificação, o departamento jurídico poderá filtrar as citações mais importantes ou urgentes, por meio de um filtro que dará destaque a citações com termos como, por exemplo, “penhora” e “decisão”.

Também é possível distribuir as citações, fazendo com que cada advogado assuma apenas causas aderentes à sua especialidade.

2 – Automatização de tarefas no departamento jurídico

Entre as tarefas manuais e repetitivas que podem ser automatizadas por um software para departamentos jurídicos, encontra-se o pré-cadastro de processos.

O Projuris Empresas elimina o controle por pastas físicas e Excel. Além de armazenar todas as informações do processo, ele automatiza seu cadastro.

agende uma demonstracao do Projuris Empresas software juridico

Após a distribuição nos tribunais, o ProJuris anexa a petição inicial, classificando a causa-raiz e gerenciando subsídios.

Em seguida, também é possível automatizar a captura de andamentos processuais. Desta forma, cada vez que houver alguma novidade sobre o processo ou algum prazo importante a ser cumprido, os advogados do departamento serão instantaneamente informados.

3 – Provisionamento impecável e ágil com um software jurídico

Com um software jurídico, não apenas o provisionamento do departamento jurídico fica mais assertivo e preciso, como também toma menos tempo dos advogados da empresa.

Com o Projuris Empresas, após o cadastro de um processo, o departamento jurídico pode:

  • Controlar saldo e adiantamento
  • Lançar honorários e controlar vencimentos
  • Controlar histórico de provisão, ajustes e aprovações
  • Controlar pedidos, prognóstico, valores e índices

Além de acompanhar em tempo real o provisionamento na ferramenta Legal Intelligence, o B.I. do departamento jurídico.

4 – Organização e controle de documentos, processos e contratos

Um software jurídico é também uma ferramenta de armazenamento e gestão. É como se fosse seu arquivo físico, porém mais seguro, inteligente e facilmente consultável. Nele, é possível guardar seus documentos, processos e contratos.

E o melhor: o armazenamento pode ser feito tanto em nuvem (cloud), quanto no servidor de sua empresa, atendendo as exigências de compliance de cada projeto.

O software com armazenamento em nuvem, no entanto, é tão seguro e eficiente quanto, além de gerar uma grande economia para a empresa.

5 – Padronização e geração de documentos

Com um software jurídico, não existe mais a necessidade de gravar seus documentos em arquivos de Word, ou outra plataforma, e alterá-los toda vez que um novo documento daquele padrão for necessário.

O Projuris Empresas possui uma biblioteca jurídica à sua disposição com uma série de modelos de documentos e minutas pré-definidos, prontos para serem personalizados e utilizados rapidamente.

Quando o assunto é contratos, um software jurídico também permite definir minutas padrões que poderão ser utilizadas pelas diversas áreas da empresa conforme cada tipo de contrato, agilizando o processo de elaboração e análise.

baixe um kit de modelos de contratos gratuitos com as minutas contratuais mais comuns

6 – Consolidação de dados de escritórios terceirizados

Dependendo do volume de demanda do seu jurídico, e da extensão territorial de seu negócio, o departamento jurídico estará conectado com mais de um escritório de advocacia, sendo que cada um deles trabalham de forma diferente.

Com um software de gestão, o departamento jurídico consolida essa informação, tornando o provisionamento mais eficiente e preciso, facilitando a gestão desta informação e sua apresentação à diretoria.

No que se refere à relação com escritórios terceiros, o Projuris também permite:

  • Gerir histórico de cobrança e pagamento
  • Cadastrar escritórios terceiros
  • Administrar contratos de serviços dos escritórios
  • Gerar previsões com base nas contratações registradas no sistema
  • Controlar adiantamento
  • Controlar custas
  • Ratear honorários de processos
  • Armazenar documentos, como notas e recibos.
  • Controlar eventos e prazos.

7 – Controle de volume e tempo de atendimento de requisições (SLA)

O ProJuris auxilia o departamento jurídico a gerenciar todas as demandas e requisições feitas a ele por outras áreas da empresa.

Desde a formalização de um contrato a um parecer, é possível orientar toda a atividade da equipe jurídica da organização dentro de um único sistema.

Para isso, os outros setores da empresa podem interagir com o software jurídico, controlando o tempo de SLA de cada etapa dos processos de aprovação e execução das requisições.

Com o ProJuris, o departamento jurídico controla:

  • Fluxo de Requisições:
  • Demandante; Aprovadores; Executores; Gestor; Convidados
  • Formulários associados.
  • Exigíveis associados – informações e documentos.
  • Controle de alçada.
  • SLA para gestão do tempo de resposta.
  • Notificações.
  • Controle de situação.
  • Condição de sigilo.
  • Envolvidos por nome, cargo ou função.
  • Integrado com os módulos ProJuris.

E o melhor: os indicadores relacionados a requisições podem ser controlados em tempo real no Legal Intelligence.

8 – Adaptação às necessidades da empresa

Enquanto algumas empresas tem dezenas de milhares de contratos, outras precisam gerir um grande de volume de processos. Enquanto certas organizações precisam gerenciar frotas de veículos, outras precisam cuidar de centenas de imóveis. Assim, torna-se essencial buscar por ferramentas capazes de se adaptar às reais necessidades das empresas.

O Projuris Empresas é uma plataforma modular. Assim, sua organização pode escolher entre diferentes módulos, a depender dos desafios específicos do negócia. Trata-se de uma das oferta mais completas do mercado para departamentos jurídicos corporativos.

módulos do software departamento jurídico Projuris Empresas

Software departamento jurídico: quanto custa?

Depois de conhecer como um software para departamento jurídico pode revolucionar a rotina dessa área, é possível que você esteja se perguntando: afinal, quanto tudo isso custa?

Não há uma resposta única, afinal, no Projuris Empresas – e na maioria dos softwares de mercado – o valor investido vai variar de acordo com uma série de fatores, como:

  • quantidade e especificidade dos módulos contratados;
  • número de usuários contratados;
  • necessidades de customização e personalização.

Assim, é possível contratar um software para departamento jurídico por valores que variam entre cerca de um salário mínimo, até alguns milhares de reais. O preço se molda ao plano e as funcionalidades contratadas.

Perguntas frequentes sobre o software departamentos jurídicos

Qual é o objetivo principal de um software para departamentos jurídicos?

Softwares em departamentos jurídicos tem o objetivo de dar mais eficiência e agilidade à operação diária, reduzindo o rol de tarefas que precisam ser realizadas de forma manual. A automatização gerada por esses softwares cumpre também outro objetivo: permitir que o jurídico centre seus esforços em ações táticas e estratégicas.

Quais são os recursos mais comuns incluídos em um software para departamentos jurídicos?

Softwares para departamentos jurídicos costumam abarcar demandas consultivas e contenciosas. Isto inclui, por exemplo, a gestão de processos judiciais e administrativos, o gerenciamento e guarda de contratos, procurações e alvarás, o controle e distribuição de tarefas e fluxos de trabalho, entre outros recursos.

Conclusão

Agora que você já sabe o que e para que serve um software de departamentos jurídicos, é hora de avaliar se esse tipo de solução pode funcionar para a realidade da sua empresa.

Aguma das funcionalidades apresentadas aqui fez sentido para o seu departamento jurídico? Solicite uma demonstração agora e veja como o Projuris Empresas funciona na prática.

Torne seu departamento jurídico mais eficiente.
Agende uma demonstração:



O autor Tiago Fachini em foto de perfil

Autor: Tiago Fachini

  • Mais de 300 mil ouvidas no JurisCast e Debate Legal
  • Mais de 1.100 artigos publicados no Jurídico de Resultados
  • Especialista em Marketing Jurídico
  • Palestrante, professor e um apaixonado por um mundo jurídico cada vez mais inteligente e eficiente.

Siga Tiago Fachini:

Use as estrelas para avaliar

Média 0 / 5. 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário