A gestão do tempo em favor da rentabilidade

ProJuris Dia a Dia, Empreendedorismo 0 Comments

Tanto para o recém-formado quanto para aquele que já está no mercado há longo tempo, um dos maiores desafios para o advogado é, sempre, a gestão do tempo. Sem ela, perde-se especialmente em produtividade, o que gera ineficiência em outros aspectos da profissão, como a captação de clientes e a redução dos honorários.

Os desafios da otimização do tempo

O profissional da área jurídica enfrenta diversos obstáculos à otimização de seu tempo. No exercício da rotina, eleger prioridades é essencial, bem como estipular uma metodologia de trabalho. Em não havendo uma organização nesse sentido, o advogado estará constantemente perdendo tempo tentando lembrar o que tem de ser feito a seguir. Esta falha ainda pode acarretar em algo pior: a temida perda de prazo. Não são poucos os relatos de profissionais que, em razão de não ter uma organização nesse sentido, acabaram perdendo um prazo processual.

Também experimentamos fatores externos que podem levar a distração ou postergação de tarefas de maneira indesejada. Em não havendo um panorama dos afazeres a serem cumpridos, os mais diversos fatores externos interrompem a sua produtividade. Ao se trabalhar com cronogramas, minimiza-se esta possibilidade, uma vez que se conhece o prazo de execução dos diversos projetos do escritório.

Ainda, por consequência da falta de planejamento estratégico e organizacional, o profissional não consegue ter um satisfatório controle financeiro de sua atividade, de modo que não consegue planejar o futuro de seu escritório, bem como mensurar a sua renda.

Minimizando-se o desperdício de tempo e maximizando-se a produção, o corolário lógico é o aumento da rentabilidade do advogado. E é neste aspecto que a utilização de um software jurídico para gerenciamento pode ajudar.

Como a utilização de um software jurídico ajuda a rentabilizar a profissão

Conforme referido alhures, evidencia-se que o bem mais precioso ao advogado, iniciante ou já experiente, é o tempo, se bem gerido. Veja alguns exemplos de como a utilização de um bom software jurídico vai te ajudar a tirar o melhor proveito do tempo que se dispõe.

LEIA TAMBÉM  ESPECIAL: Dicas ProJuris para alcançar seus objetivos em 2017

Organização

Com o uso de um timesheet de um sistema de gestão jurídica é possível o controle do tempo dispendido nas mais diversas atividades do escritório, inclusive no atendimento ao cliente. Com esta informação, além dos relatórios gerenciais que estes sistemas disponibilizam, fica muito mais fácil de gerenciar o tempo.

De outro lado possibilidade de armazenar todas as peças processuais em um mesmo banco de dados de fácil acesso ajuda a economizar tempo e espaço, também fundamental para aumento da produtividade e rentabilidade.

Desburocratização

As ferramentas de controle processual e de pesquisas desenvolvidos por estes programas de gestão jurídica permitem um fácil, prático e rápido controle dos processos, sem ter que passar pelas burocráticas e demoradas pesquisas nos websites dos tribunais.  Desta forma, mais tempo para investir em captação de clientes e produção.

Controle financeiro

Através das ferramentas de auxilio financeiro o sistema proporciona um controle detalhado das finanças do escritório, especificando entradas e saídas. Estas informações são essenciais para ter uma total consciência e controle dos honorários recebidos e para onde estão sendo direcionados, bem como para um maior controle, a fim de que nada seja esquecido. Com a ajuda desta ferramenta, este controle se torna muito mais rápido e acessível.

Portanto, um bom software jurídico pode ser a diferença entre transformar o seu tempo em produção e renda ou ficar remando no mesmo lugar. E você, como faz para manter a organização no seu escritório?

 

email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *