O que você faz para melhorar como profissional?

ProJuris Dia a Dia 0 Comments

Antes da publicação de uma edição da Revista ProJuris, lançamos um desafio aos nossos clientes. Enviamos uma pergunta referente à carreira e  selecionamos as melhores respostas para publicar na revista, com os nomes dos autores correspondentes, junto com nossos conteúdos e entrevistas especiais.

Na edição passada, por exemplo, pedimos que nossos clientes definissem o advogado em uma palavra e justificasse o porquê. As três melhores respostas foram parar na revista e vocês podem conferir aqui. No entanto, outras resposta foram tão criativas quanto às publicadas, por isso as disponibilizamos na Universidade ProJuris, fazendo justiça à qualidade da participação de nossos clientes.

Para a próxima edição da Revista ProJuris, foi realizado o mesmo desafio. A pergunta desta vez é: o que você faz para melhorar como profissional? Recebemos mais de sessenta respostas e as três melhores já foram escolhidas para serem publicadas na revista que sai ainda este ano. E repetindo a iniciativa, publicaremos aqui outras cinco interações que merecem destaque:

 

“Sempre me coloco como se eu fosse o cliente, ou seja, procuro esclarecer e com isso dar ao cliente a certeza de que seu caso é realmente muito importante pra mim”.
— Cil Dilamar Valim dos Santos, da Cil Dilamar Advogado

“Eu escuto e estudo, em seguida ajo. Depois estudo e escuto e em seguida ajo e isso se repete sucessivamente.”
— Paulo André Pureza Cordeiro, autônomo

LEIA TAMBÉM  Argumentação jurídica: como lidar com as falácias lógicas

“Para melhorar como profissional, primeiramente, procurei aprender a dar plena atenção ao cliente, inclusive posicionando-o sempre sobre os principais andamentos do processo; importante para dar-lhe segurança. Procuro, também, pesquisar a jurisprudência atual sobre a causa e, em caso de audiência, preparar-me bem antes de sua realização, não deixando escapar nenhum detalhe para a defesa dos interesses do cliente. Sempre que possível, empenho-me nas atualizações jurídicas, através de cursos, seminários, palestras e boa doutrina. Por último, procuro cobrar meus honorários sem ganância, dentro dos parâmetros orientados pelo órgão de classe.”
— Angela Maria Dorneles de Sá Vicente

“Busco o máximo de conhecimento em diversos seguimentos, pois acredito que um pouco de conhecimento generalizado enriquece bastante a especificidade. Também acho a promoção deste conhecimento levado aos grupos sociais é uma boa forma de melhoria da nossa profissão”
— Celma Mendes de Oliveira, autônoma

“Procuro ver cada causa como a primeira e a ultima e aí, com entusiasmo e pesquisa, fazer o meu melhor para dar ao cliente a melhor solução. Se não a causa ganha, a certeza de ter tido a melhor defesa.”
— Sidney de Souza, da Seven Advocacia

 

E você? O que faz para melhorar como profissional?

email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *