ProJuris lança chatbot jurídico que busca documentos de processos

Os departamentos jurídicos são muito demandados por usuários internos ou por escritórios terceirizados, e, na maioria das vezes, possui rotinas repetitivas.

Pensando nisso, o ProJuris para Empresas lançou um chatbot jurídico, ou robô, que interage via chat WhatsApp, integrado ao software jurídico para uso corporativo.

A Justine, como é denominada a chatbot, vem para aumentar a produtividade dos departamentos, reservando mais tempo para as atividades mais complexas.

A facilidade é que, ao invés do usuário consultar as informações no software, poderá fazer isso por meio de uma “conversa” com o robô, tornando essa tarefa mais amigável.

Por meio dela é possível acessar todos os documentos dos processos que estão sendo trabalhados no ProJuris, a qualquer momento e em qualquer lugar.

Considerando que quase a totalidade dos usuários brasileiros possuem o WhatsApp instalado em seus celulares, basta chamar a Justine para uma conversa e solicitar o documento desejado.

“Estamos oferecendo ao mercado uma forma diferente de buscar informação, muito mais amigável, interativa e rápida, isso tornará a experiência do usuário única”, comenta Cristiano Silva, diretor comercial e sócio da ProJuris.

A Justine também foi escalada para auxiliar outras rotinas na ProJuris, como por exemplo, apoiar usuários no site da ProJuris direcionando-os para o produto/time responsável e também respondendo perguntas frequentes dos clientes da ProJuris na central de suporte do produto, acelerando o tempo de resposta de dúvidas comuns e frequentes.

Se você já é cliente do ProJuris para Empresas veja como habilitar o uso da Justine em seu ProJuris. Se você ainda não é cliente, experimente o ProJuris para Empresas agora mesmo 😉

Tiago Fachini
Tiago Fachini

Sobre o autor:

Tiago Fachini
Palestrante, professor, podcaster jurídico, colunista do blog ProJuris e, acima de tudo, um apaixonado por tecnologia e pelo mundo jurídico com mais de uma década de atuação dedicada ao mundo digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.