Em uma palavra, o que é ser advogado(a)?

ProJuris Downloads, Sobre nós 1 Comment

Desde o começo, a Revista ProJuris procurar criar um editorial que valorize conteúdos colaborativos. Contamos com a ajuda de nossos clientes, que participam de entrevistas e dinâmicas onde eles ganhavam voz, se envolvendo diretamente com os textos ao invés de estarem na mera condição de telespectador. A pergunta evoluiu de o que queremos que nossos leitores saibam? o que os leitores querem saber? para e se os leitores fizessem parte do processo de produção conosco?.

Na segunda edição, por exemplo, enviamos um formulário para todos os clientes. Eles deviam definir o advogado em uma palavra e justificar a resposta. Houveram dezenas de participações. As três principais e mais criativas ganharam destaque na revista impressa, convido você a conhecê-las clicando aqui. No entanto, como valorizamos essa interação e consideramos válido todos os pontos de vista, trouxemos mais cinco respostas que merecem destaque. Confira abaixo:

 

Resiliência. Sob a ótica psicofísica, resume-se na “capacidade de o indivíduo lidar com problemas, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas – choque, estresse etc. – sem entrar em surto psicológico.” Portanto, o equilíbrio se dá pelo enfrentamento temperado dos 7 fatores elementares, quais sejam: Administração de emoções, Controle dos impulsos, Otimismo, Análise do ambiente, Empatia, Autoeficácia e Alcance de pessoas.”
Benito Orlando Carvalho, da Guasti & Carvalho Advogados associados

Solucionar. Advogar é solucionar, de modo a compor e por fim a um conflito, mediando e harmonizando se possível, ou utilizando a prestação jurisdicional do Estado para tal, mas , no final, solucionando a lide.”
— Líbero de Andrade Filho, da Líbero de Andrade Advocacia

Sacerdote. É escutar e entender o problema do cliente e procurar resolve-lo sentindo o que o cliente sente, mas, sem se deixar afetar pelo problema.”
— Aciron Variani Empresa, Autônomo

Discernimento
. Não basta passar 5 anos em uma faculdade e fazer mais um de cursinho para obter o título de advogado, é preciso ter discernimento para agir de acordo com as vicissitudes da vida, própria e alheia.”
— Renato Ferreira Coutinho, da Oliveira & Coutinho Advogados 

Autodidata. Apesar da obrigatoriedade de exercer o curso de direito para a carreira na advocacia, o advogado deve estar em constante aprendizado, que na maioria das vezes o faz por conta própria ao se debruçar no caso concreto.”
— Alexandre Tertuliano Pigiani, da ATP Advocacia

 

LEIA TAMBÉM  5 vantagens da agenda digital para a “agenda-caderninho”

E você? Qual palavra escolheria para definir o que é ser advogado? E por quê?

Comments 1

  1. Ser advogado é muito mais que ter uma graduação em Direito e ser aprovado no Exame de Ordem. É ser um empreendedor, ter noções básicas de administração, marketing e outras disciplinas que obviem a atividade jurídica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *